top of page

NOTÍCIAS

Páscoa do paciente oncológico: Como fica a doce relação com o chocolate!

A Páscoa é um momento muito simbólico e talvez uma das mais importantes celebrações cristãs no Brasil, aquela que que marca o nascimento de Cristo e quando vivenciada de forma lúdica e carinhosa pode gerar memórias afetivas e valorizar a cultura e os valores de uma família. Também é um bom momento para ensinar aos filhos sobre o verdadeiro sentido da data: a passagem para uma vida nova e a ressurreição. O Ovo da Páscoa tem como caracteristica fundamental ser feito de chocolate e, normalmente, recheado com surpresas, no entanto isso trás também um alerta sobre o consumo de chocolate e açúcares em especial para as crianças em tratamento oncológico.




Atualmente os estudos científicos já correlacionam que o chocolate pode ser liberado na alimentação do paciente oncológico, mas que não pode ser exagerado o seu consumo. O chocolate contém o aminoácido triptofano, responsável pela produção de serotonina no cérebro, causando uma sensação de bem-estar e isto faz a diferença na vida de um paciente oncológico. Pois neste momento o hormônio do prazer alivia as tensões do tratamento.


O GACC-RN conta com uma equipe de funcionários capacitados e experientes que cuidam de cada uma das nossas crianças e adolescentes há mais de 30 anos, incluindo uma nutricionista que regula cada refeição e que faz o acompanhamento nutricional com o assistido e família e dando suporte de suplementos, dependendo do tratamento e da necessidade; E é período da Páscoa (com a doçura de sabor e da compaixão) que liberamos para as nossas crianças e adolescentes, pois só sabe como é um tratamento oncológico, quem passa por este tipo de doença.


Dicas em relação ao consumo de chocolate em pacientes:


- Dê sempre preferência aos chocolates amargos, que contenham maior quantidade de cacau (50 a 85%) em sua composição, sendo o ideal, versões acima de 70% do ingrediente.


- Escolha os chocolates que não sejam adoçados ou os que possuam uma quantidade menor de açúcar;


- Caso haja açúcar na composição, opte pela opção que utilize açúcar orgânico ou adoçantes naturais, como stevia;


- Evite chocolates que contenham gordura hidrogenada ou gordura vegetal em sua composição ambos são responsáveis por alterações no colesterol e não são benéficos ao organismo;


- Evite produtos que contenham conservantes e corantes artificiais.


Fiquem atentos a informação da nutricionista do GACC-RN Ana Paula Azevedo:" A maioria dos chocolates amargos com o percentual de 50 a 85% de cacau oferecem benefícios para os pacientes oncológicos. Nem todos os tipos de chocolates são liberados devido uma grande quantidade de gordura saturadas, causando prejuízos a saúde.

É recomendado sempre observar os ingredientes que compõe este produto. O primeiro item na composição é o que tem em maior percentual, ou seja, em maior quantidade."


Fonte: https://www.oncocentrocuritiba.com.br/blog/paciente-oncologico-pode-comer-chocolate

コメント


INCRÍVEL!
Recentes
Sinais do Câncer Infantil
Tags
RSS Feed
bottom of page